3 dicas para pequenas empresas no LinkedIn

A ideia deste artigo é apresentar algumas dicas para pequenas empresas no LinkedIn e o que devem fazer para ter sucesso. Pode até não ser a maior rede social, mas é a que geralmente funciona melhor para a comunicação empresarial. Sua audiência de alta qualidade, o foco nos negócios e as ferramentas ajudam a cultivar o networking, inclusive para o comércio B2B.

3 dicas para pequenas empresas no LinkedIn

A rede mudou muito desde o seu lançamento em 2003, quando seu principal apelo era sua capacidade de combinar candidatos a emprego, recrutadores e potenciais empregadores. Hoje, o LinkedIn é apreciado também como uma das redes preferidas para vendedores, fornecedores e clientes se encontrarem.

Sendo assim, pequenas empresas que desejam criar consciência de marca, gerar leads e aumentar a sua visibilidade digital em geral, também precisam estar no LinkedIn.

Veja 3 dicas para pequenas empresas no LinkedIn

  1. Construa uma página sólida para o negócio, que conte a história da empresa e explique porque ela deve ser levada a sério

As ferramentas de layout do LinkedIn têm melhorado significativamente ao longo dos anos. Por isso é bastante possível construir algo na rede que seja quase equivalente ao que está sendo exibido atualmente no site do seu negócio.

Sua página empresarial do LinkedIn precisa ser corretamente preenchida, sem deixar nenhum espaço em branco. Isso dá ainda mais credibilidade a marca, pois indica que você não quer omitir nenhuma informação. A área de descrição da empresa é o elemento mais importante do conteúdo, então use todos os caracteres disponíveis para contar e vender sua história.

Dicas para pequenas empresas no LinkedIn: Palavras-chave

O uso adequado de palavras-chave também é muito importante. Preste atenção às palavras escolhidas, pois elas podem ajudar nas buscas dentro do LinkedIn. É possível realizar pesquisas de muitas maneiras diferentes nessa plataforma (por tópico, indústria, categorias, etc.).

Preste atenção na categorização correta e listagem de especialidade de negócios. Como o LinkedIn só permite a escolha de um campo para a categoria da empresa, você deve adicionar especialidades adicionais da companhia e acrescentar termos que você considere mais relevantes. O LinkedIn permite que você insira um número ilimitado delas.

  1. Tenha uma rede de contatos sólida

Embora não haja problemas em importar os contatos de outras redes sociais, não convide todos para se tornarem contatos do LinkedIn de uma só vez, como se fosse uma ação de massa.

O LinkedIn usa um esquema de círculo de influência para regular a forma como seus membros devem se conectar uns aos outros. Você só pode se conectar a pessoas cujos convites você aceitou (conexões de 1º grau), ou àqueles que já estão ligados a essas pessoas (conexões de 2º grau).

Dica para pequenas empresas no LinkedIn: Conecte seus contatos gradualmente

Conexões de 3º grau (mais distantes) somente podem ser criadas se os seus nomes são exibidos (uma função de suas próprias configurações de perfil). Isso pode limitar a sua capacidade de adicionar conexões rapidamente (a menos que você recorra a uma das opções pagas do LinkedIn).

A plataforma até fornece formas de importar seus contatos do Outlook, Gmail, Yahoo, Hotmail, etc, mas tente não fazer isso. Adicione as pessoas à sua rede individualmente ou em pequenos grupos. Como o LinkedIn tem crescido muito, seus usuários têm tomado cada vez mais cuidado ao aceitar convites. Afinal, falsos convites enviados em ações de massa costumam partir de spammers.

  1. Crie um plano viável para criar engajamento e não abandone a página

Tornar-se influente dentro de uma mídia social leva tempo, paciência e muito, muito trabalho. Enquanto algumas tarefas de mídia social podem ser automatizadas, a maior parte delas exige decisões e ações humanas.

A menos que você tenha funcionários qualificados e com muito tempo livre para realizar atividades e gerenciar suas mídias sociais, ou contratar os serviços de uma agência de marketing digital, você mesmo terá que fazer esse trabalho. E não espere resultados a curto prazo: a mídia social é uma maratona, não uma corrida de velocidade.

Dicas para pequenas empresas no LinkedIn: Atualize sempre!

Mas existe uma coisa que você nunca deve fazer: deixar a página da empresa abandonada. Geralmente, a rede de contatos espera que a página de uma empresa esteja sempre atualizada, independente da rede social. Qualquer deslize pode fazer com que toda a reputação que você lutou para construir desmorone em pouco tempo.

Então, atualize a página ao menos uma vez por semana. Ferramentas de gerenciamento de redes sociais podem tornar esse trabalho mais fácil e ágil, especialmente quando se trata de pequenas empresas. Como é possível programar as postagens, fica bem mais fácil agendar tudo com antecedência e depois só ir acompanhando as interações.

Gerenciar uma rede social não é fácil e demanda tempo e dinheiro. O caminho pode ser duro, mas vale a pena se sua empresa fizer do modo certo.

Veja também

Rodrigo Darzi

Sobre Rodrigo Darzi

Pai de 2 filhos. Especialista em Marketing Digital. MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.

Saiba tudo sobre Marketing Digital. Cadastre-se!
Increva-se
Receba nossa newsletter sobre marketing digital, gestão de sites, mídias sociais, links patrocinados e muito mais.
Saiba tudo sobre Marketing Digital. Cadastre-se!
Receba nossa newsletter sobre marketing digital, gestão de sites, mídias sociais, links patrocinados e muito mais.
Increva-se
E-book de Mídias Sociais
A Agência IMMA preparou um material exclusivo para você começar entender como funciona a gestão de mídias sociais e como utilizá-las.

Insira o seu e-mail para receber o nosso e-book
QUERO MEU E-BOOK