Você sabe como usar a Call to Action no marketing digital? Apesar da maioria de nós entrar em contato com diversas Calls to Action durante nosso dia-a-dia online, muitos usuários não conseguem identificá-las e não sabem o que o termo significa.

Como usar a Call to Action no marketing digital

Fonte: freepik.

Mas o conceito é mais simples do que parece. A Call to Action, ou, em português, “chamada para ação“, é um convite ou mensagem que fica no final de um conteúdo, convidando o usuário a realizar alguma ação.

Como funciona a Call to Action

Normalmente, a call to action aparece no fim de um conteúdo, tal como um artigo ou um e-mail marketing. Ela costuma vir no formato de links ou botões, induzindo o usuário a clicar para realizar a ação sugerida.

Como funciona a Call to Action

Fonte: freepik.

Por conta disso, a call to action costuma ser rápida e direta, empregando uma mensagem curta e de fácil compreensão. Ela vem no final porque sua sugestão é de uma ação que deve ser feita depois do consumo do conteúdo em questão – então, se você envia um e-mail sobre a sua newsletter, por exemplo, a Call to Action poderia ser “inscreva-se na newsletter”. Desse modo, ela se mantém dentro do tema principal do e-mail (newsletter) e oferece ao usuário uma opção de ação que vai mantê-lo engajado com o conteúdo da sua empresa.

Sendo assim, ao tentar entender como usar a Call to Action, é preciso que antes você entenda que a mensagem que você escolher não pode ser aleatória. Ela tem que ser relevante para o tópico do conteúdo que o usuário tiver acabado de consumir.

Ela vem no final porque sua sugestão é de uma ação que deve ser feita depois do consumo do conteúdo em questão

Fonte: freepik.

O teste dos 5 segundos

Para medir a efetividade da sua Call to Action, podemos fazer uso de uma ferramenta conhecida como o teste dos 5 segundos. Esse teste consiste em abrir o seu site, chamar alguém que não o conheça, e pedir para essa pessoa olhar a página. Depois de 5 segundos, você minimiza a janela e pergunta o que havia para fazer lá.

A resposta é importante para entender se a sua Call to Action está funcionando corretamente. Afinal, se depois de 5 segundos um usuário não conseguir entender qual o próximo passo que ele deve tomar na sua página, sua CTA não está tendo o efeito que ela deve ter. Lembre-se: A compreensão do usuário deve ser imediata.

O teste dos 5 segundos

Fonte: freepik.

Como usar a Call to Action no marketing digital

Call to Action é composta, normalmente, por dois elementos principais. O primeiro deles, o elemento do design, se aplica a Calls to Action que venham no formato de botões. Neles, é importante que você use um design que os destaque e que torne o texto dentro do botão bem claro e visível.

O segundo elemento é o texto em si. E o texto é a essência de uma Call to Action. Por isso, o ideal é evitar mensagens muito genéricas ou sem sentido, como “clique aqui” ou “fale conosco“. Essas mensagens são vazias e não dizem nada sobre a ação que o cliente tem que fazer. Desse modo, elas não causam interesse e transmitem uma proposta clara.

Assim, ao elaborar o texto da sua Call to Action, tenha em mente de que você deve ser sucinto, mas explicar bem a sua proposta. Aposte em verbos no imperativo e crie urgente com termos como “hoje” e “agora“.

Como usar a Call to Action no marketing digital

Fonte: freepik.

Por fim, a melhor forma de saber como usar a Call to Action no marketing digital é com uma agência especializada. A Agência IMMA realiza a produção de conteúdo com CTAs efetivas e criativas, buscando sempre atrair o usuário. Entre em contato com a gente e faça o seu orçamento!

Rodrigo Darzi

Rodrigo Darzi

Pai de 2 filhos. Especialista em Marketing Digital. MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.

× Como podemos ajudar?