Os seres humanos são criaturas extremamente visuais. As cores, por exemplo, podem afetar elementos que, à primeira vista, nada teriam a ver com a questão visual, como o gosto de uma comida. A psicologia das cores é o campo de estudo que examina a forma como as cores podem afetar nosso humor e nossas percepções. Ela é muito usada no marketing digital como um todo, ajudando a moldar as identidades visuais de diversas marcas. Mas e na hora de vender? Como usar a psicologia de cores no e-commerce? Continue lendo para descobrir!

Usando a psicologia de cores no e-commerce

Fonte: Freepik.

Aprenda como usar a psicologia de cores no e-commerce

O design gráfico sempre foi um elemento muito importante no marketing digital. Afinal, o conteúdo visual atrai muito os usuários e ajuda a criar a identidade de uma marca para ela se destacar no mercado.

No entanto, a questão não é apenas criar imagens de alta qualidade para postar nas mídias sociais, por exemplo. Com um bom trabalho de design, que use cada cor da maneira correta, você pode usar a psicologia de cores para aumentar as vendas da sua loja virtual.

O primeiro passo para isso é criar uma harmonia visual no seu site. Isso significa que ele deve ser agradável aos olhos, sem agredir a visão do usuário. É preciso também que ele seja coerente com a identidade visual geral da marca, para transmitir uma imagem profissional e coesa.

Mas a questão é mais complexa do que isso. Cores específicas possuem funções específicas, e, para utilizá-las da maneira correta, é preciso entender cada uma delas. Vejamos, então, algumas das principais a seguir.

Roxo

O roxo remete à criatividade e à inovação. Ou seja, se você quer transmitir uma imagem de modernidade, ele é uma boa opção. Também é muito usado por marcas de cosméticos, pois passa um tom de sensibilidade.

Aprenda como usar a psicologia de cores no e-commerce

Fonte: freepik.

Preto

Não se engane: O preto não está relacionado apenas ao luxo. Na verdade, no mundo do marketing digital, ele pode remeter à sofisticação e ao luxo. Desse modo, apostar em tons de preto, mesmo que de maneira sutil, pode elevar a impressão passada pela sua marca.

Azul

O azul é uma cor que transmite calma e paz. Sendo assim, é fácil associá-lo ao profissionalismo, à estabilidade e à segurança. Então, se o seu objetivo é passar credibilidade ao cliente, essa é uma boa aposta. Normalmente usada por profissionais da saúde, o azul passa uma tranquilidade singular.

Vermelho

É um cor quente e intensa. O vermelho traz muita intensidade a um design, remetendo ao perigo e à paixão. Por conta disso, ele é melhor se for usado em doses pontuais, sendo muito efetivo para criar uma sensação de urgência ou ressaltar algo especialmente importante.

Verde

Quando o sinal está verde, seguimos em frente. Esse é apenas um exemplo que demonstra as conotações positivas que essa cor traz – observe que, quando você faz um quiz e checa os resultados, a resposta correta tende a estar em verde. Desse modo, pode-se concluir que essa cor traz confiança, harmonia e positividade. Além disso, é muito associado com a natureza, então também é uma boa pedida para ressaltar o caráter ecológico de um serviço ou produto.

Aprenda como usar a psicologia de cores no e-commerce

Fonte: freepik.

Contrate uma agência de marketing digital para usar essa estratégia

Agora que você já entende melhor o potencial da psicologia de cores no e-commerce, o próximo passo é contratar um serviço de design gráfico que possa aproveitar bem esse conhecimento. E, para isso, o ideal é buscar uma agência especializada na área do marketing digital, como, por exemplo, a Agência IMMA. Quer saber mais? Entre em contato para fazer um orçamento para a sua empresa!

Rodrigo Darzi

Rodrigo Darzi

Pai dos filhos Júlia e Pedro. Especialista em Marketing Digital, com MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.

× Como podemos ajudar?