Fazer um anúncio pago é uma ótima forma de aumentar a visibilidade e o alcance da sua marca na internet. E o Google é uma das melhores plataformas disponíveis para utilizar com esse objetivo. Uma pesquisa realizada em 2019 pelo site Wordlead, por exemplo, demonstrou que anúncios realizados no Google Ads têm uma taxa de conversão 50% melhor do que a taxa apresentada pelo tráfego orgânico – ou seja, o potencial que a ferramenta oferece é imenso. Mas mesmo assim, ela precisa ser usada com cuidado para ser efetiva. Por isso, neste artigo, separamos 5 erros para evitar ao anunciar no Google Ads. Continue com a leitura para descobrir quais são eles!

5 erros para evitar ao anunciar no Google Ads

Fonte: Freepik.

Conheça os 5 principais erros para evitar ao anunciar no Google Ads

Mesmo que o Google Ads seja uma ferramenta muito eficiente, ele não é imune a erros. Isso significa que, para fazer um anúncio na plataforma, é preciso ter muita atenção aos detalhes e conhecimento de marketing digital e das técnicas de SEO.

Do contrário, existem muitas falhas que podem acabar prejudicando o seu link patrocinado. A seguir, vamos falar um pouco sobre cada uma delas. Confira!

Falta de planejamento para criar o anúncio

Um anúncio pago é um investimento. Desse modo, ele não pode ser feito de forma aleatória e sem uma razão maior por trás.

Isso significa que, ao optar por fazer uma campanha de links patrocinados para a sua empresa, é preciso que você tenha um planejamento detalhado dessa iniciativa. Você deve saber desde o início, por exemplo, qual é o objetivo dela (mais tráfego para o seu site? Mais conversões? Mais vendas?) e se esse objetivo é realista para o panorama atual da sua empresa.

Em outras palavras, o Google Ads não é uma ferramenta mágica. Ele deve ser usado como você usaria qualquer outro recurso de marketing digital, ou seja, como parte de um plano maior e detalhado.

Falta de planejamento para criar o anúncio

Fonte: Freepik.

Escolher palavras-chave muito gerais

As palavras-chave são elementos cruciais para o sucesso de qualquer anúncio. No entanto, muitas pessoas cometem o erro de escolher palavras-chave muito gerais. Essas são as palavras-chave de cauda curta. São termos como “marketing digital”, por exemplo, que pecam por ser muito pouco específicos.

O ideal, ao criar um anúncio no Google Ads, é dar preferência às palavras-chave de cauda longa, ou seja, palavras-chave mais específicas. Isso porque, ao optar por essas palavras-chave, você diminui a concorrência que o seu anúncio vai encarar, o que torna mais fácil fazer com que ele se destaque.

Não conhecer o seu público-alvo

Quando você cria um anúncio, você deve saber para quem direcionar aquele anúncio. Isso significa que você deve conhecer bem o seu público-alvo.

Desse modo, antes de criar uma campanha de links patrocinados, estude bem quem é a sua persona de marketing. Descubra detalhes sobre o nicho de mercado que você quer atingir. Tudo isso vai contribuir para fazer do seu anúncio muito mais efetivo.

Direcionar o anúncio para a homepage do seu site

Um anúncio efetivo é um anúncio que vai direto ao ponto. Desse modo, se o seu anúncio leva o usuário para a homepage do seu site, e não para o ponto específico em que o cliente pode estar interessado, ele acaba sendo pouco eficiente.

Direcionar o anúncio para a homepage do seu site

Fonte: Freepik.

Não contratar a ajuda de profissionais especializados

Um dos principais erros para evitar ao anunciar no Google Ads é tentar fazer tudo sozinho. Isso porque uma agência de marketing digital pode maximizar o efeito dos seus anúncios, fazendo valer o seu investimento. A Agência IMMA, por exemplo, é uma ótima opção. Quer saber mais? Entre em contato e faça já um orçamento para a sua empresa!

Rodrigo Darzi

Rodrigo Darzi

Pai dos filhos Júlia e Pedro. Especialista em Marketing Digital, com MBA em e-Business pela FGV. Formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Empreteco.

× Como podemos ajudar?